Renamo pede fim dos “ataques do Governo”

Moçambique, António Muchanga, Porta-voz da Renamo (VOA)

Declaração foi feita por António Muchanga uma hora antes do início da reunião da comissão mista que prepara encontros entre Nyusi e Dhlakama.

A Renamo exigiu a cessação, por parte do Governo, dos ataques contra as suas posições, na zona centro do país, em particular, para permitir a retoma do diálogo político.

O apelo foi feito nesta quarta-feira, 25, pelo porta-voz do principal partido da oposição António Muchanga, uma hora antes do início da reunião da comissão mista com representantes do Governo e da Renamo, que vai preparar um encontro entre Afonso Dhlakama e o Presidente da República, Filipe Nyusi.

“É prudente que demonstremos com actos concretos que o diálogo é a principal solução do conflito que nos opõe, mandando parar as ofensivas militares que estão a ter lugar em Gorongosa, por exemplo, e outros cantos do país, de modo a assegurar-se que o presidente Dhlakama se concentre no diálogo político que tem lugar em Maputo”, reiterou Muchanga.

A reunião decorre à porta-fechada e, segundo fontes da comissão, haverá apenas um comunicado conjunto no final do encontro. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA