Procurador-Geral da República apela união no combate e prevenção da corrupção

João Maria de Sousa - Procurador Geral da República (arquivo) (Foto: joaquina Bento)

O Procurador-geral da República, João Maria de Sousa, apelou na cidade de Tianjin, República Popular da China a união de todos para se combater, prevenir e melhorar a investigação e acção penal contra os crimes ligados a corrupção.

João Maria de Sousa, falava durante a Nona Conferência Anual e Assembleia geral da Associação Internacional de Autoridades Anti-corrupção, IAACA, que decorreu de 9 a 12 de Maio naquela cidade localizada a nordeste da China.

Segundo o Procurador geral da Republica o evento abordou temas referentes a cooperação internacional como meio de se encontrar sinergias comuns no combate aos crimes conexo a corrupção como branqueamento de capitais, trafico de órgãos de seres humanos bem como a detecção, acompanhamento e recuperação de activos transferidos ilicitamente.

João Maria de Sousa afirmou que Angola está comprometida com a causa da organização e tem desempenhado um papel importante na cooperação anti-corrupção transfronteiriça e na implementação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção.

Na sua intervenção, destacou ainda a colaboração de todos os procuradores para juntos se explorar novas maneiras para prevenir e controlar a corrupção.

A Associação Internacional de Autoridades anti-corrupção IAACA, congrega procuradores de todo o mundo e foi fundada em 2006 com o objectivo de promover a efectiva aplicação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção.

A organização tem realizado uma serie de eventos, que incluem as conferências anuais por meio dos quais os participantes discutem uma gama de tópicos sobre cooperação internacional tanto para o combate á corrupção quando para a sua prevenção. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA