Oposição da Moldávia protesta contra participação dos EUA em exercício militar

(AP Photo/ Roveliu Buga)

Centenas de activistas do Partido Socialista – de oposição na Moldávia – se manifestaram no centro de Chisinau contra a participação de militares americanos em exercícios militares realizados na Moldávia.

De 3 a 20 de maio, a Moldávia sedia os exercícios Dragon Pioneer 2016, dos quais participarão, além das forças do país, cerca de 200 soldados e quase 60 unidades de equipamentos e veículos militares dos Estados Unidos.

Uma parte desses equipamentos está em exibição agora, em uma praça no centro da capital da Moldávia por ocasião do 71º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial. Elas voltarão em breve às redondezas de Chisinau, onde serão realizadas as manobras.

“As tropas estrangeiras entraram na calada da noite em Chisinau, sem direito algum e contrariando a Constituição”, disse o deputado Vald Batrincea.

“Todos lembram de Líbia, Síria, Jugoslávia e outros países que foram bombardeados pelos países da OTAN (…), não queremos ter o mesmo destino. Queremos que a Moldávia continue sendo um país neutro”, ressaltou o deputado. (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA