O mega-autocarro que passa por cima do trânsito

(Foto: D.R.)

Na 19ª edição da Feira Internacional da Alta Tecnologia, que decorreu em Pequim, esteve no centro das atenções um autocarro muito especial. Passa por cima dos carros, transporta 1.200 pessoas, custa um quinto do preço de uma carruagem de metropolitano e ainda é limpo, pois move-se a electricidade e energia solar.

Chama-se Transit Elevated Bus (TEB), ainda está só no papel, mas o conceito já despertou muitas atenções na China Beijing International High-Tech Expo, que decorreu entre os passados dias 19 e 22 de Maio.

O conceito foi revelado há seis anos e os primeiros testes estão agendados para o segundo semestre deste ano, na cidade de Qinhuangdao City [província de Hebei, no norte do país]. Bai Zhiming, engenheiro encarregue do projecto, diz que consegue fazê-lo num ano, caso seja aprovado.

Este mega-autocarro foi desenhado para resolver um dos grandes problemas das urbes chinesas: o congestionamento do trânsito. A isso alia outras vantagens. E acaba, assim, por funcionar essencialmente em três vertentes: como tem carris próprios e passa por cima dos carros, pode prosseguir viagem sem problemas, mesmo que o trânsito esteja parado; cria mais espaço de rodagem para os outros veículos; e reduz a poluição.

O TEB transporta até 1.200 pessoas, que saem pelo tejadilho, através de um sistema de elevador que as deixa nas várias paragens do percurso do autocarro. É nessas mesmas paragens que também podem entrar outros passageiros.

O mega-autocarro que passa por cima do trânsito
Se houver um acidente, são accionados de imediato travões de emergência e o TEB pára. Nestes casos, o sistema de saída pelo tejadilho não funciona, pois não há uma plataforma onde deixar os passageiros. Mas está tudo pensado: nestas circunstâncias, abrem-se uns “escorregas” laterais, por onde as pessoas podem sair – à semelhança do que acontece nos aviões.

Este sistema de evacuação tem ainda um escorrega interior, para o caso de não ser possível – nem seguro – sair pelas laterais.

É apresentado como uma tecnologia de transporte urbano altamente eficiente e com baixas emissões de carbono, já que é movido a electricidade e energia solar. O melhor é mesmo ver no vídeo como funciona:

(jornaldenegocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA