Mulheres protestam contra Temer em São Paulo

(DPA)

Na avenida Paulista, milhares de pessoas se juntam a protesto convocado nas redes sociais contra presidente interino e a favor da “representatividade política num governo misógino, de homens brancos, ricos e corruptos”.

Milhares de mulheres foram à avenida Paulista neste domingo (15/05) para protestar contra o presidente interino Michel Temer. A manifestação foi convocada nas redes sociais com o nome “Mulheres contra Temer” e também reuniu representantes do movimento negro, de grupos LGBT e de movimentos estudantis.

“Vamos paras as ruas, lutar por representatividade política nesse novo governo misógino, de homens brancos, ricos e corruptos”, diz o evento criado no Facebook, que convocou o protesto para às 14h em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Segundo os organizadores, citados pela agência de notícias Lusa, 10 mil pessoas participam da manifestação, que saiu da Avenida Paulista em direção à Praça Roosevelt, no centro da cidade. “A passeata é pelo amor, não seremos o país do ódio e do machismo”, disseram os organizadores por meio do alto-falante de um carro de som que acompanhava o protesto.

Os manifestantes seguravam cartazes com a inscrição “Fora Temer” e gritavam palavras de ordem como “no meu país eu boto fé, porque ele é governado por mulher”, numa alusão à presidente Dilma Rousseff, afastada do cargo por até 180 dias para ser julgada no processo de impeachment.

Temer tem sido criticado por movimentos feministas pelo fato de nenhuma mulher ter sido escolhida para assumir um de seus ministérios. (DW)

LPF/lusa/ors

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA