Moxico: Saúde necessita de mais quadros especializados

Moxico: Carlos dos Santos Paulo, director municipal da Saúde (Foto: ANGOP)

Oitenta novos técnicos de saúde, entre ortopedistas, pediatra, cirurgiões, oftalmologistas, e neonatologistas são necessários para o reforlço da rede sanitária do município do Moxico (sede)

O facto foi revelado hoje, quarta-feira, à Angop, pelo director municipal do Moxico da Saúde, Carlos dos Santos Paulo, justificando que os sete médicos existentes são insuficientes para atender o município considerado o mais populoso (mais de 300 mil habitantes) da província.

Afirmou que o rácio médico/paciente, na jurisdição que dirige, é de um médico para quatro mil habitantes, longe do recomendado no âmbito da municipalização dos serviços, que passa por um médio para cada mil habitantes.

Apar do número de médicos, necessita-se igualmente de 300 novos enfermeiros para se juntarem aos outros 210.

O município do Moxico possui 41 unidades sanitárias, sendo oito centros, 33 postos de saúde e um Hospital municipal de referência com 280 camas. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA