Moxico: Destacadas melhorias no abastecimento de energia eléctrica e água potável

Central térmica do Luena (Foto: ANGOP)

O abastecimento de energia eléctrica e água potável a população do município sede (Moxico) registou melhorias nos últimos tempos, fruto da expansão dos serviços básicos, assegurou hoje, quarta-feira, no Luena, o administrador local, Bento Luembe Paulino.

Ao falar à Angop sobre os avanços nos sectores de energia e águas no Luena, no quadro das comemorações dos 60 anos da elevação do Luena à categoria de cidade, o gestor sublinhou que as melhorias reflectem-se no fornecimento destes dois bens essenciais.

Revelou que a cidade do Luena conta com dois sistemas de abastecimento de energia para os habitantes do centro e arredores da urbe.

Augurou que a distribuição poderá melhorar mais ainda em 2017, com a entrada em funcionamento da barragem do Tchihumbwé, localizada no município do Dala, Lunda-Sul.

Quanto ao abastecimento de água potável, referiu que o município conta com 47 chafarizes espalhados em todos bairros da cidade do Luena, aumentando deste modo a capacidade de fornecimento desse bem aos habitantes locais.

Lembrou que os habitantes do Luena contam igualmente com uma Estação de Tratamento de Águas (ETA), com a capacidade de 550 metros cúbicos de água por hora, que suporta cinco mil ligações domiciliares, assim como abastecer 105 chafarizes nos bairros Kwenha, Kapango, Alto-Campo, Zorró, Sangodo, Lavoco, Sahuambo, Sinai Novo e Velho e Aço.

A estação possui três bombas com sistema de pressurização, tanque de sucção e um gerador.

Quanto as três comunas do município (Lucusse, Cangumbe e Muangai), o administrador fez saber que a população das respectivas localidades contam com grupos geradores para abastecer as vilas e sistemas de água potável, inseridos no programa nacional “Água Para Todos”. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA