Moxico: Defendida participação da sociedade nos problemas da mulher rural

Moxico: Defendida atenção especial à mulher (Foto: ANGOP)

Uma maior participação da sociedade civil na resolução dos problemas que afligem a mulher rural e no combate ao analfabetismo foi defendida hoje, sexta-feira, no Luena, pela primeira secretária provincial da Organização da Mulher Angolana (OMA) no Moxico, Albertina Tchitumbo.

Abordado pela Angop sobre o papel da mulher rural, a responsável da organização feminina do MPLA na província, disse que a resolução dos vários problemas que afectam as mesmas deve ser uma das prioridades por parte da sociedade, com vista a melhorar o bem-estar desta classe social.

A responsável sublinhou que a OMA vai continuar a mobilizar, organizar e educar as mulheres na realização dos ideais políticos do partido no poder e aumentar a sua força activa, assumindo o compromisso de ser mais forte e de grande valia política na busca de soluções dos problemas das mulheres.

Albertina Tchitumbo disse ainda que as famílias devem se manter firme e fortes como membros que lutam pela sua união e desenvolvimento sustentável, bem como pela sua afirmação plena na sociedade angolana.

Referiu que a mulher angolana desde os tempos remotos mostrou a determinação na luta pela sua posição, estando a altura de defender a soberania e a integridade territorial, assim como salvaguardar os interesses mais sublimes do povo angolana. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA