Ministro israelita da Defesa renuncia por falta de confiança em Netanyahu

Yaalon participa de uma entrevista coletiva em Tel Aviv (AFP)

O ministro israelita da Defensa, Moshe Yaalon, anunciou sua demissão nesta sexta-feira, depois que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ofereceu o cargo ao ultra-nacionalista Avigdor Lieberman.

“Esta manhã disse ao primeiro-ministro que, devido a seu comportamento durante os últimos acontecimentos, e tendo em vista minha falta de confiança nele, peço demissão do governo e da Knesset (Parlamento) e tiro um descanso da vida política”, escreveu no Twitter o ex-comandante do Estado-Maior de Israel.

A inesperada renúncia de Yaalon acontece dois dias depois de o ex-ministro das Relações Exteriores Avigdor Lieberman ter afirmado que estaria aberto a levar seu partido de extrema-direita, Yisrael Beitenu, à coligação de Netanyahu caso fossem atendidas uma série de condições, incluindo a sua nomeação como ministro da Defesa.

Yaalon estava em conflito com Netanyahu por ter estimulados os oficiais a sempre dizer o que pensam, mesmo que suas declarações sejam contrárias às ideias de seus superiores ou dos dirigentes políticos, o que o primeiro-ministro considerou um questionamento de sua política.

Informações da imprensa destacam que Netantayu estudava a possibilidade de oferecer o ministério das Relações Exteriores ao tenente-general da reserva como forma de compensação, mas nunca chegou a fazer uma oferta. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA