México resgata 384 homens que sofriam maus-tratos em centros de reabilitação

Centro de reabilitação no estado de Jalisco (afp_tickers)

Um grupo de 384 homens, incluindo 90 menores, foi resgatado de quatro centros de reabilitação para viciados na cidade mexicana de Guadalajara, onde, de acordo com denúncias, sofriam maus-tratos, informou a justiça.

Eduardo Almaguer, promotor do estado de Jalisco, informou que os homens resgatados viviam em condições desumanas e eram agredidos fisicamente.

Na terça-feira, uma operação em uma unidade de Tonalá, na zona metropolitana de Guadalajara, terminou com o resgate de 271 pessoas, incluindo menores de idade e mulheres, que denunciaram maus-tratos como agressões e queimaduras com cigarros, e alguns casos de violência sexual.

Os últimos quatro centros inspeccionados pertencem à mesma organização que dirigia a primeira unidade. Nove pessoas foram detidas e outras quatro estão sendo interrogadas.

Ao fazer um balanço das cinco operações entre terça-feira e quinta-feira, Almaguer disse que 655 pessoas foram resgatadas: 380 homens adultos e 159 menores. Entre as mulheres, 68 adultas e 43 menores de idade.

Na primeira operação, entre as pessoas resgatadas se identificou uma que era considerada desaparecida há um ano e 11 que tinham ordens de detenção e estavam escondidas na unidade. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA