Magnata chinês leva 2.500 empregados de férias a Espanha

(Sergio Perez/Reuters)

O empresário chinês Li Jinyuan, presidente do Grupo Tiens, vai gastar mais de sete milhões de euros para levar 2.500 empregados de férias a Espanha, para uma semana de descanso e actividades em Barcelona e Madrid.

Os trabalhadores da empresa chegarão de forma faseada ao aeroporto Adolfo Suárez Madrid-Barajas na próxima quarta-feira, 4 de Maio, em mais de 20 voos, e pernoitarão na capital espanhola até domingo, 8 de Maio, dia em que viajarão para Barcelona, onde permanecerão até ao fim das férias no país, a 10 de Maio.

Segundo o grupo chinês, a iniciativa gerará um grande impacto económico no sector de serviços, já que, para assegurar o máximo conforto aos convidados durante a sua estada em Espanha, Li Jinyuan “não se poupou a despesas”.

Para tal, a empresa reservou 1.650 quartos de hotel e fretou 70 autocarros de grande dimensão para garantir fluidez nas deslocações dos seus trabalhadores.

Além disso, a viagem de Madrid para Barcelona exigiu a reserva, na Renfe (empresa ferroviária espanhola), de quatro comboios de alta velocidade completos.

Os trabalhadores do Grupo Tiens desfrutarão de um variado programa de actividades culturais e de tempos livres durante a estada em Espanha, incluindo visitas guiadas ao Palácio Real de Madrid, à Sagrada Família de Barcelona e à cidade de Toledo, prossegue o grupo, em comunicado enviado à agência de notícias espanhola Efe.

Também vão assistir a uma tourada “isenta tanto de bandarilhas como de morte” na praça de Moralzarzal e foram acordadas visitas a centros comerciais como El Corte Inglés e La Roca Village, em Barcelona, para um dia de compras.

Li Jinyuan organizou também um grande evento em Madrid, na próxima sexta-feira, sob o lema “Hola, España! Hola Tiens!”, com diversas actividades gastronómicas e culturais.

“O objectivo deste evento é impulsionar o intercâmbio cultural internacional. A história, a cultura, a magnífica diversidade geográfica e gastronómica da Europa em geral, e de Espanha, em particular, fazem com que seja o lugar ideal para o Grupo Tiens realizar este grande evento”, disse Li Jinyuan no documento.

No final do ano passado, o empresário chinês da multinacional Tiens Group, que opera na área da biotecnologia, turismo, educação e comércio, pagou férias em França a 6.400 trabalhadores, com todas as despesas incluídas, para celebrar o 20º aniversário da empresa. Reservou 140 hotéis e precisou de fretar 84 aviões para os transportar. O custo foi superior a 13 milhões de euros.

O Tiens está presente em mais de 190 países de todo o mundo e o seu presidente é detentor de uma das 30 maiores fortunas da China, estimada em cerca de 5.000 milhões de euros, de acordo com a Lista Hurun. (Jornal de Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA