Keiko Fujimori abre vantagem na corrida pela presidência do Peru

Ativistas protestam contra Keiko Fujimori, em frente ao Palácio do Governo do Peru, em Lima, em 26 de maio de 2016 (afp_tickers)

A populista de direita Keiko Fujimori conseguiu ampliar sua vantagem em relação ao economista de centro-direita Pedro Pablo Kuczynski e se aproxima cada vez mais de uma vitória nas urnas em 5 de Junho, no Peru – aponta uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira.

De acordo com uma simulação de votação realizada pela empresa CPI, publicada pelo jornal Exitosa, Fujimori, da Força Popular, teria 46% dos votos, contra os 38,9% de Kuczynski, do Peruanos Pela Mudança (PPK, na sigla em espanhol).

A enquete foi realizada nos dias 23 e 24 de maio, em nível nacional, com 1.882 pessoas. A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais. Ambos se enfrentam em novo debate em 29 de maio, o último antes da votação do segundo turno.

Keiko é filha do ex-presidente Alberto Fujimori (1990-2000), condenado por crimes de corrupção e lesa-humanidade.

Nas eleições gerais de 10 de Abril, ela obteve 39% dos votos, seguida por Kuczynski, com 21%. Além disso, seu partido Força Popular conseguiu maioria absoluta no Congresso (73 vagas de 130), enquanto o PPK obteve 18 legisladores.

Nesta quinta, um grupo de mulheres organizou um protesto do lado de fora do Palácio do Governo, no centro de Lima, para lembrar da política de controle de natalidade aplicada na gestão Fujimori. Essa política consistiu de esterilizações forçadas, principalmente, de mulheres de comunidades carentes.

As manifestantes pintaram os corpos de tinta vermelha e ficaram deitadas no chão. A Polícia dispersou o grupo.

Os organizadores convocaram um protesto nacional para 31 de maio. (AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA