Juiz mexicano decide a favor de extradição de “El Chapo”

(AFP)

Horas antes de o mexicano Joaquín “Chapo” Guzmán ter sido levado a uma fronteiriça Ciudad Juárez (norte), um juiz federal se pronunciou a favor de sua extradição aos Estados Unidos, que agora terá que ser aprovada pela chancelaria, informou neste domingo o advogado do traficante.

“O Juizado Terceiro do Distrito de Processos Penais emitiu uma opinião que diz ser procedente a extradição”, disse à AFP José Refugio Rodríguez, advogado do líder do poderoso cartel de Sinaloa que fugiu de dois presídios de segurança máxima e que foi considerado até sua recaptura como o traficante de drogas mais procurado do mundo.

A partir dessa decisão judicial, a chancelaria tem 30 dias úteis para analisar o expediente e resolver “em definitivo se a extradição procede ou não”, informou o advogado.

A chancelaria mexicana não respondeu até agora às perguntas da sobre se já recebeu o documento de pronunciamento judicial para análise.

Dois pedidos de extradição pesam sobre Guzmán, um de uma corte da Califórnia por crime de introdução e distribuição de cocaína, e outro do Texas por homicídio.

Embora Rodríguez diga estar “absolutamente convencido” de que a chancelaria concederá a extradição, explicou que a defesa tem mais 30 dias para recorrer da decisão. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA