José Eduardo dos Santos recandidata-se à liderança do MPLA

Presidente da republica, José Eduardo dos Santos (Foto: Francisco Miudo)

O Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, que anunciou que deixa a vida política ativa em 2018, foi o único a avançar, até agora, com uma candidatura à liderança do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA).

A informação foi prestada pelo vice-presidente do partido que está no poder em Angola desde 1975, Roberto de Almeida, tendo acrescentado que o processo de receção de candidaturas “continua aberto até finais de junho”.

“O prazo continua em aberto, mas até à data em que eu falei não tínhamos qualquer outra candidatura, além da candidatura do camarada presidente José Eduardo dos Santos”, disse Roberto de Almeida, em declarações divulgadas hoje pela imprensa local.

O Comité Central do MPLA aprovou a 11 de março deste ano a candidatura de José Eduardo dos Santos à liderança do partido, a ser eleita no VII congresso, que se realiza entre 17 e 20 de agosto deste ano e que vai preparar as eleições gerais angolanas de 2017.

De acordo com o comunicado final da reunião, a candidatura foi aprovada por unanimidade pelos 264 membros do Comité Central do partido, presentes ao evento, de um total de 311 que integram aquele órgão deliberativo.

José Eduardo dos Santos, presidente do MPLA e chefe de Estado angolano há 36 anos, anunciou no mesmo dia, antes desta aprovação, que deixa a vida política ativa em 2018, ano em que completará 76 anos.

“Em 2012, em eleições gerais, fui eleito Presidente da República e empossado para cumprir um mandato que nos termos da Constituição da República termina em 2017. Assim, eu tomei a decisão de deixar a vida política ativa em 2018”, anunciou José Eduardo dos Santos.

Entre outros momentos, recordou na ocasião que integrou o movimento anticolonial em 1960, aos 18 anos, e que em 1974 foi eleito membro da direção do MPLA.

Contudo, neste discurso, o chefe de Estado angolano não clarificou em que moldes será feita a sua saída da vida política e se ainda estará disponível para concorrer às eleições gerais de agosto de 2017, antes da sua retirada.

José Eduardo dos Santos é Presidente de Angola desde setembro de 1979, cargo que assumiu após a morte de Agostinho Neto, o primeiro Presidente angolano. (Noticias ao Minuto)

por Lusa

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA