Huíla: Hospital central atende 18 casos de agressão fisica

Huíla: Hospital Central do Lubango (Foto: Morais Silva)

O banco de urgência do hospital central do Lubango “António Agostinho Neto”, na província da Huíla, atendeu no último fim-de-semana, 901 pessoas, como destaque para 18 vítimas de agressões físicas e 23 ferimentos normais.

A informação foi hoje, segunda-feira, prestada à Angop, pela porta-voz em exercício do banco de urgência, Maria Augusta, referindo que a unidade atendeu 17 pacientes com ferimentos causadas por acidentes de viação, nove mordeduras caninas e cinco queimaduras.

Dos atendidos, 36 pacientes foram internados com várias patologias, sendo que a malária foi que mais esteve em evidência.

Afirmou que, apesar da demanda, os dias foram calmos, sendo que o trabalho foi realizado com regularidade, a julgar pelos níveis de fármacos e a eficiência de médicos, enfermeiros e pessoal de apoio.

O hospital central “António Agostinho Neto” funciona com mais de 81 médicos, bem como 433 enfermeiros e pessoal de apoio entre técnicos básicos, médios e superiores. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA