Huambo: Combate à delinquência passa por maior responsabilidade das famílias na educação dos filhos

Huambo: VICE-GOVERNADOR GUILHERME TULUCA (Arquivo) (Foto: Edilson Domingos)

As famílias angolanas foram instadas segunda-feira, na província do Huambo, a uma maior responsabilidade na educação e formação dos filhos, no sentido de se evitar casos de delinquência, consumo excessivos de bebidas alcoólicas e drogas.

O facto foi expresso pelo vice-governador para o sector político e social do Huambo, Guilherme Tuluca, quando falava no final da marcha alusiva a semana nacional de reflexão sobre a fuga à paternidade.

Disse que um bom pai assume a responsabilidade de formação e educação dos seus filhos, pois atribuir esse papel a terceiro constitui um erro.

“Há pais que não dão calor aos seus filhos, isto significa não assumir as suas responsabilidades, para isso, temos que retomar o projecto da prática dos nosso sonhos, que passa pela tomada de uma atitude responsável correspondendo com as acções do governo, que visam cumprir os 11 compromissos das crianças”, destacou.

Guilherme Tuluca apelou as jovens no sentido de assumirem com responsabilidade o papel de serem progenitoras, evitando a gravidez precoce, que muitos casos dificultam o prosseguimento da formação académica.

“Temos registados que as meninas tem dois ou mais parceiros, quando surge uma gravidez, a jovem procura empurrar a responsabilidade e os mesmos furtam-se e acaba por ficar com uma criança nas mãos sem o pai, são essas situações que concorrem para a fuga a paternidade”, afirmou.

Por outro lado, o vice-governador apelou a juventude no sentido de respeitar aqueles que lutaram para Angola estivesse livre e independente. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA