Futebol: Equipa do 4 de Abril vence em casa o Kabuscorp do Palanca

Cuando Cubango: Momentos fortes do jogo entre as equipas no jogo (Foto: Armando Morais)

O Futebol Clube 4 de Abril do Cuando Cubango venceu hoje (sábado), no Estádio municipal de Menongue, o Kabuscorp do Palanca, por 3-1, em jogo da 13ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (GirabolaZap2016).

Diante do seu público, os caseiros entraram na partida com “sede” de brindar os seus adeptos com uma vitória, facto que não aconteceu nas três últimas partidas em que empatou em casa a zero, com as equipas do Recreativo da Caala, Sagrada esperança da Lunda-Norte e Desportivo da Huila.

O primeiro sinal de perigo, foi protagonizado por Dany, avançado do 4 de Abril, que rematou forte fora da área, para uma defesa de recurso de Mário.

Em resposta, Meda, do Kabuscorp, depois de um passe de Mano, atira forte, mas ao lado da baliza defendida por Rochana.

Decorridos 23 minutos da partida Xavier, jogador do 4 de Abril do Cuando Cubango, marca na sua própria baliza, apôs um corte defeituoso, alterando resultado para 0-1 a favor do conjunto visitante.

Apesar do resultado negativo, nesta fase do jogo, os pupilos de João Machado não se deixaram intimidar ante a um candidato ao título, continuando a trocar à bola rente ao relvado e a jogar a toda dimensão do terreno

Nesta toada, volvidos 30 minutos de jogo, o jogador do 4 de Abril, Hipy, concluiu com êxito o cruzamento de um pontapé de canto, muito bem executado por Vander.

Quatro minutos depois, surgia a resposta dos palanquinhas por Mano, que rematou forte, obrigando o guarda-redes Rochana a efectuar uma defesa de recurso.

Dany, avançdo do 4 de Abril, aos 36 minutos da partida, depois de receber um belo passe de seu colega, isolou-se na área do adversário e depois de fintar dois defesas contrários e o guarda-redes Mário, introduziu a bola na baliza, protagonizando o grande momento do jogo e o delírio dos adeptos, com a reviravolta no desafio, chegando-se ao intervalo.

No reatamento, contrariamente do que se esperava, foi o 4 de Abril do Cuando Cubango, que continuava a mandar no jogo, com um meio campo muito apoiado e os franqueadores a criarem muitas dificuldades aos oponentes.

Decorrido 50 minutos da partida, João Machado, vê-se obrigado a mexer no plantel, depois do avançado Pilola, lesionar-se, sendo por isso, substituído por Manucho.

O primeiro amarelo da partida foi mostrado ao jogador do 4 de Abril, Campos, aos 55 minutos, depois de travar o seu adversário, quando este se esgueirava para o último reduto adversário.

Inconformado com o resulto, treinador “Bodunha” faz entrar Kanku Tresor e Chole, para os lugares de Meda e Mano, aos 60 e 66 minutos de jogo.

Volvidos 67 minutos, o arbitro da partida, Inácio Rangel, voltou a mostrar o cartão amarelo para o jogador do Kabuscorp do Palanca Lóló, depois de travar o seu adversário Dany, que se isolava diante do guarda-redes Mário.

As 71 minutos, João Machado voltou a mexer na equipa, colocando kandu, para o lugar de Dany, que viria a marcar o terceiro da sua equipa, aos 88, depois de receber um passe de Vander, selando o resultado, em 3-0. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA