Exercícios simples para reduzir o ressono leve

(DW)

Cientistas comprovam que série de exercícios simples com a língua e a bochecha reduz e pode até eliminar o desagradável ruído nocturno – para alívio de quem dorme por perto.

Ressono só costuma ser levado a sério quando associado a problemas graves, como a apneia, em que a pessoa para de respirar momentaneamente durante o sono. Mas a ressonância em si pode causar dificuldades sociais, além de ser um incomodo para quem dorme por perto e de poder afectar a vida sexual do casal.

Não faltam soluções no mercado para parar de ressonar. Algumas soam miraculosas ou até bizarras. Nos casos graves, quando o ronco ocorre todas as noites e é bem alto, só uma cirurgia pode amenizar o problema. Mas, na maioria das pessoas, o ronco é mais leve.

Tratamento brasileiro

Pensando numa solução para quem tem a forma leve do problema, uma equipe de pesquisadores brasileiros comprovou que uma série de exercícios simples com a língua e a bochecha reduzem e podem até eliminar o ruído provocado pela vibração de tecidos moles, que obstruem a faringe ao dormir.

A técnica pode se tornar uma recomendação padrão para quem ronca só de vez em quando: é não invasiva e fácil de colocar em prática. O médico e pesquisador Geraldo Lorenzi Filho e a pneumologista Vanessa Ieto conduziram uma pesquisa em que 39 pacientes foram acompanhados por três meses.

Parte deles usou adesivos dilatadores no nariz e fez exercícios de respiração. Os demais fizeram os movimentos prescritos contra a ressonância durante oito minutos, três vezes ao dia. No final, a frequência do ronco caiu 36% e o barulho, 59% para o segundo grupo.

Além deles, seus parceiros de quarto também relataram melhora na qualidade de seu sono.

Deu curiosidade? Repita os exercícios 20 vezes.

Deslizar a ponta da língua contra o céu da boca, dos dentes para trás, de boca fechada.
Estalar a língua e contraí-la contra o céu da boca por cinco segundos.

Pressionar a língua contra o “chão” da boca, mantendo a ponta em contacto com os dentes.

Com auxílio de espátula (se possível descartável), abaixar a parte da língua mais perto da garganta e manter assim por cinco segundos.

Posicionar um dedo dentro da boca e fazer pressão com a bochecha contra ele. Alternar dez repetições de cada lado.

Repetir a vogal A de forma ininterrupta por dez vezes até o fôlego acabar. (DW)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA