Espanha vai a eleições legislativas a 26 de junho

(DR)

O Rei Felipe VI assinou esta terça-feira o decreto que abre caminho às próximas legislativas em Espanha, após quatro meses de impasse por falta de acordo para garantir uma maioria parlamentar entre os partidos.

O decreto de dissolução do parlamento marca as eleições para 26 de junho, estabelecendo que o próximo Congresso de Deputados será constituído a 19 de julho.

Esta é a primeira vez que que os espanhóis são chamados novamente a votar, depois de as forças políticas não terem conseguido entender-se sobre a escolha do novo primeiro-ministro.

Nas eleições de 20 de dezembro, os espanhóis puniram os dois grandes partidos, o Partido Popular (PP) e o Partido Socialista (PSOE), que historicamente se alternam no poder.

Os eleitores, irritados com a austeridade e a corrupção, deram espaço a dois novos partidos: Podemos, de extrema-esquerda, que saiu das urnas com 65 deputados junto a vários aliados, e Ciudadanos (centro-direita), com 40 cadeiras no Parlamento. (EURONEWS)

DEIXE UMA RESPOSTA