Embaixador de Angola reconhece engajamento da Itália para com a África

Florêncio de Almeida, embaixador de Angola na Itália (Foto: Angop)

O embaixador de Angola na Itália, Florêncio de Almeida, reconheceu nesta quarta-feira, em Roma, o engajamento e o continuo apoio do Governo italiano ao desenvolvimento de África.

Florêncio de Almeida, que discursava na qualidade de presidente da Comissão de Informação e Cultura do Dia de África, assinalado a 25 de Maio, disse que este engajamento foi demonstrado, mais uma vez, com a recente realização, em Roma, da primeira conferência Itália-África.

O diplomata sublinhou que as conclusões desta conferência permitirão uma maior colaboração entre a África e a Europa, “para, em conjunto, superarmos os actuais desafios, como a luta contra o extremismo violento, a gestão dos fluxos migratórios e o desenvolvimento sustentável, entre outros”.

Nesse sentido, congratulou-se com o Presidente da Itália, Sérgio Mattarela, que, ao inaugurar o fórum Itália-África, considerou a estabilidade do continente africano uma prioridade para a União Europeia e para a Itália, advogando um “diálogo pragmático e aberto, livre de preconceitos”.

Deste modo, acrescentou o embaixador angolano, “auguramos que a candidatura da Itália ao Conselho de Segurança das Nações Unidas no biénio 2017/18 seja bem sucedida”.

Referindo-se a efeméride, o diplomata afirmou que 53 anos depois, constata-se que a África está a progredir e a resolver com sagacidade os seus problemas, que ainda imperam o seu desenvolvimento harmonioso e multifacetado, idealizado pelos líderes fundadores da OUA.

“Os desafios que temos pela frente são enormes e exigem de todos um esforço redobrado no quadro da Agenda 2063”, observou.

No quadro do programa do Dia de África, concebido pelas embaixadas africanas junto do Estado italiano, realizou-se na terça-feira uma palestra sob o tema “A Mulher Africana e os Direitos Humanos”, e no mês de Junho estará patente na Universidade “Roma Tre” uma exposição arte contemporânea africana.

No dia 23 de Maio, os embaixadores africanos prestaram homenagem à Guarda Costeira da República italiana, em reconhecimento ao trabalho deste ramo da polícia italiana no apoio aos imigrantes que chegam às costas italianas por mar. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA