Director de Informação incentiva jornalismo de investigação

Director nacional de Informação do Ministério da Comunicação Social, Rui Vasco (Foto: Angop/Arquivo)

O director nacional de Informação do Ministério da Comunicação Social, Rui Vasco, defendeu hoje, terça-feira, nesta cidade, o incentivo do jornalismo de investigação nos órgãos de comunicação públicos e privados.

Ao falar durante a cerimónia de homenagem dos nacionalistas Simão Gonçalves Toco, Pascoal Luvualu e Manuel Quarta Punza, promovido pela revista “In Memoriam”, especializada na recolha, tratamento e divulgação de biografias de figuras angolanas, o responsável reconheceu que o jornalismo de investigação é uma área carente no país, pelo que urge a necessidade do incentivo para o efeito.

“ O jornalismo de investigação hoje é ainda pouco feito em Angola, e nós precisamos de incentivar este tipo de jornalismo para que honremos a actividade dos jornalistas no país, para que façam um jornalismo mais rigoroso e profissional e deixam de banalizar o bom nome, a honra e a dignidade das pessoas, sobretudo dos cidadãos angolanos”, disse Rui Vasco.

Reconheceu, contudo, que o jornalismo de investigação torna mais rigoroso e profissional o exercício desta profissão, assim como evita a banalização e o desrespeito do bom nome das pessoas. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA