Dilma anuncia o ‘verdadeiro motivo’ do impeachment

(REUTERS/Ueslei Marcelino)

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, afastada do poder, considera que o verdadeiro motivo de impeachment foi a vontade de algumas forças politicas no país acabar com as investigações da operação Lava Jato, relacionadas com a estatal brasileira Petrobras, informou o canal Telesur.

Antes, a mídia brasileira informou que um dos principais ministros do novo governo Romero Jucá, supostamente, estava defendendo o pedido de impeachment para acabar com a investigação sobre estatal brasileira Petrobras. O jornal de notícias Folha nesta segunda (23) publicou os fragmentos da conversa de Jucá e o ex-chefe da empresa Transpetro Sérgio Machado que discutiam o futuro de Dilma Rousseff.

“Se alguém ainda não tem certeza de que o que está acontecendo é o ‘golpe’ com motivo de distrair atenção de poder da operação Lava Jato, fraude, e as declarações de Jucá de carácter comprometido sobre os verdadeiros motivos de impeachment e sobre as pessoas, que ficam atrais da iniciativa, então todas s duvidas são eliminadas”, afirmou Dilma ao canal Telesur.

Em meados de maio, o Senado (câmara alta do parlamento) do Brasil aprovou com 55 votos contra 22 a continuação do processo de impeachment contra Dilma Rousseff. Quando a chefe de Estado foi afastada do poder para 180 dias, o vice-presidente Michel Temer se tornou o presidente interino para este período.

A empresa Petrobras estava no centro de um escândalo de corrupção em 2014. Foi revelado, que alguns funcionários da estatal assinaram contratos e receber uma propina de 3% do valor do contrato. Este dinheiro depois foi utilizado para subornar políticos e funcionários. De acordo com as autoridades brasileiras, exageração dos preços e corrupção permitiu receber cerca de US$ 3,8 bilhões (cerca de R$ 14 bilhões). (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA