Destacado papel de Angola na resolução dos conflitos

General de José de Sousa - Director Nacional de Intercâmbio e Relações Internacionais do MDN (Foto: Joaquina Bento)

Angola tem experiência e maturidade suficiente para ajudar o continente africano a tornar-se mais unido e ver-se livre dos conflitos armados, afirmou hoje, quarta-feira, o director nacional das Relações Internacionais do Ministério da Defesa Nacional.

O general José Luís Caetano Higino de Sousa fez este pronunciamento quando proferia uma palestra subordinado ao tema “ o papel estratégico de Angola na consolidação da paz e segurança na região dos Grandes Lagos” em alusão ao dia de África que hoje, 25 de Maio, se assinala.

O oficial general sustentou a sua opinião ao explicar as mudanças registadas no leste da RDC, Burundi, RCA, Sudão do Sul, e no Sudão, depois de Angola assumir a presidência da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos .

Admitiu que África, apesar dos conflitos armados em alguns países, está a conhecer avanços, sobretudo na melhoria das condições de vida dos seus habitantes.

Neste sentido, enalteceu a capacidade demonstrada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, quanto a sua experiência e maturidade na resolução de conflitos.

Na ocasião , o palestrante afirmou que os militares e políticos devem juntar sinergias com vista a criação de condições propícias para que no futuro se tenha no continente africano paz, estabilidade e segurança, pressupostos que só são possíveis alcançar com o diálogo.

O 25 de Maio, Dia de África, foi instituído pela Organização da Unidade Africana em 1963. Esta organização deu lugar, em 2002, a União Africana,

baseada no modelo da União Europeia, visando enfrentar os novos desafios que se impunham para o continente. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA