Cunene: Produção agrícola no estabelecimento prisional do Peu Peu será dinamizada

Area_agricola_do_Bentiaba (Foto: Joaquina Bento)

A produção agrícola no estabelecimento prisional do Peu Peu, no município de Ombadja (Cunene), será dinamizada a partir deste ano, com o reforço de matérias e equipamentos agrícolas, para assegurar as necessidades alimentar dos reclusos.

A informação foi prestada sexta-feira pelo secretário de Estado do Interior, José Bamokina Zau, referindo que é preciso reforçar a capacidade produtiva do centro para atender não só os presos locais, mas também de outras unidades circunvizinha da província.

“No tempo colonial, o centro foi uma referência no âmbito agropecuário, infelizmente, neste tempo, tem registado debilidades com a falta de meios, dai que vamos criar as condições para aumentar a produção de hortícolas como o tomate, beringela, repolho, cebola e pimenta”, afirmou.

José Bamokina Zau explicou que é um projecto ambicioso e que bem apostado vai alcançar os objectivos desejados na diversificação da dieta alimentar da população penal.

De realçar que estão integrados na actividade agrícola mais de 200 reclusos.

Localizado no município de Ombadja, a 123 quilómetros ao Norte da cidade de Ondjiva, o Centro Prisional do Peu Peu controla actualmente 1.049 reclusos, entre presos e detidos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA