Cuanza Sul:Partidos da oposição defendem maior organização de suas estruturas

Cuanza-Sul: Líderes provinciais dos Partidos da Oposição (Foto: Inácio Sabino)

Secretários dos Partidos da oposição no Cuanza Sul defenderam hoje , no Sumbe , a necessidade de uma maior organização e estruturação das suas organizações políticas com vista a obterem resultados positivos nas eleições gerais de 2017.

Os dirigentes partidários, composto por Domingos Sobral da Casa-CE , Isabel da Silva do Prs , Raúl Teixeira da UNITA , António Sebastião da FNLA fizeram este pronunciamento numa conferência de Imprensa sobre a renúncia de seus militantes para aderirem ao MPLA.

“ Temos de organizar bem as nossas estruturas fundamentalmente nas comunidades,temos de ser mais comunicativos e os nossos militantes devem falar mais com o povo para assegurar o crescimento e obtermos a maioria eleitoral no Cuanza Sul ,” disse Domingos Sobral da Casa-CE.

O secretário da UNITA, Raúl Teixeira, afirmou haver muita confusão no seio da população nos municípios do Seles, Cassongue, Quibala, Mussende e Libolo, devido a renúncia de militantes dos referidos partidos ao afiliarem-se ao partido no poder.

“ Os partidos políticos entendem que a política deve ser feita na base de honestidade, transparências e tolerância,” frisou , reconhecendo que “ os cidadãos são livres de escolherem a que partido pertencer.”
Nos últimos dias Mil e 705 cidadãos que militaram nos referidos partidos, no município de Cassongue e na comuna da Amboiva (Seles), Dois mil 629 na localidade de Menga, e 596 militantes no Uacu Cungo filiaram-se no MPLA. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA