Cooperativas dos antigos combatentes recenseadas

(Foto: Lino Guimarães)

A Comissão Interministerial de Coordenação de Acções de Reintegração Sócioeconómica dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria está a proceder ao recenseamento de cooperativas e a identificação de fontes de financiamento para apoiar os projectos dos antigos combatentes, informou hoje, terça-feira, em Luanda, o porta-voz da comissão, José António Chissola.

O responsável falava à imprensa no final da IV reunião da Comissão Interministerial de Coordenação de Acções de Reintegração sócioeconómica dos Antigos Combatentes e Veteranos Pátria, orientada pelo coordenador Cândido Pereira Van-Dúnem.

José António Chissola sublinhou que existem várias cooperativas identificadas em todo o território nacional e neste momento está a se fazer o processo de arrolamento do ponto de vista da sua legalização e a identificação de fontes de financiamento para apoiar os projectos.

“A reunião teve como plano de fundo a apreciação do relatório das visitas do Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria às Repúblicas da Índia e Popular da China. O ministro esteve nestes países e foram obtidas garantias de financiamento e de apoios institucionais das respectivas autoridades”, disse.

Acrescentou que as visitas visaram colher experiências em matéria de reintegração sócioeconómica dos antigos combatentes, bem como identificar linhas de financiamento para a implementação de programas identificados pela comissão.

De acordo com a fonte, a comissão tem como principais incumbências promover programas de reintegração sócioeconómico dos antigos combatentes, visando a melhoria das suas condições de vida, sobretudo inserindo-os em actividades socialmente úteis por via de criação de cooperativas agrícolas em toda a estação do território nacional.

A Comissão Interministerial de Coordenação de Acções de Reintegração sócioeconómica dos Antigos Combatentes e Veteranos Pátria integra vários departamentos ministeriais, dentre eles a saúde, finanças, agricultura, bem como o secretário para os assuntos sociais do Presidente da República. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA