Cientista está construir uma máquina do tempo – e acha que ela vai funcionar

(YAHOO)

“Se viagens no tempo são possíveis, onde estão os turistas do futuro?” perguntou Stephen Hawking no livro ‘Uma Breve História do Tempo’.

Entretanto, um cientista acredita que viajar no tempo é possível – e criou o design de um “telefone do tempo” que, segundo ele, poderá receber mensagens do futuro.

Ronald Mallett, de 69 anos, é um respeitado físico teórico da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, e tema de um novo documentário, ‘How To Build a Time Machine’ (Como Construir uma Máquina do Tempo, em tradução livre).

Ele acredita que um “túnel” iluminado a laser pode enviar mensagens através do tempo – e que uma máquina do tempo será construída neste século.

Ele também acredita ter a resposta para a pergunta de Stephen Hawking a respeito do porquê nunca termos visto um viajante vindo do futuro.

A missão de Mallett de construir uma máquina do tempo esteve presente em toda a sua vida e foi inspirada pela morte de seu pai, que ocorreu quando ele tinha 10 anos.

O jovem Mallett – que leu uma versão em quadradinhos do livro ‘A Máquina do Tempo’, de H. G. Wells – prometeu construir uma máquina do tempo que lhe permitisse voltar e alertar seu pai sobre o ataque cardíaco que o mataria em seu 11º aniversário de casamento.

No documentário, Ronald Mallett diz: “Eu diria que é justo chamar o que eu estava fazer de obsessão. Eu estava obcecado pela ideia de ver meu pai de novo. Eu estava obcecado por descobrir como seria possível controlar o tempo.

“Tudo que eu me tornei, toda a minha personalidade, tudo relacionado a ser um físico, foi baseado no meu amor pelo meu pai e no meu desejo de vê-lo de novo.

“Eu tinha uma missão. Meu objectivo era descobrir como construir uma máquina do tempo.”

Ele desenhou uma máquina que pode “torcer” o tempo usando lasers e permitir que sinais viajem ao passado – e agora espera construí-la.

A ideia é baseada nas teorias de Einstein, e o protótipo actual da máquina é composto por uma série de anéis de raios laser empilhados, de cor verde, em volta de um tubo de vidro.

A máquina de Mallett é baseada na Teoria Geral da Relatividade, de Einstein, e no fato de que a luz pode criar campos gravitacionais.

Em um estudo científico Mallett escreveu, “Para o forte campo gravitacional de um cilindro de luz circulante, encontrei novas soluções exactas das equações de campo de Einstein para os campos exterior e interior do cilindro de luz.

“A presença de linhas temporais fechadas indica a possibilidade de viajar no tempo e chegar ao passado. Isso cria a fundação para uma máquina do tempo baseada em um cilindro de luz circulante.”

Mallett acredita que a viagem física no tempo é impossível, mas ele acha que mensagens podem ser transmitidas através do tempo na forma de nêutrons enviados por um “túnel” de luz.

Mallett diz: “Ao designar o número 1 à direcção ‘spin para cima’ e o zero à direcção ‘spin para baixo’, poderíamos enviar um código binário com uma corrente de spins de nêutrons.” (YAHOO)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA