Canadá: Quase 90 mil resgatados pelos incêndios em Fort McMurray, Albertooga

(EURONEWS)

ais de 85 mil hectares arderam na região de “ Fort McMurray“http://www.fortmcmurrayonline.com/, na província canadiana de Alberta, (Centro-Oeste), desde domingo passado.

Quase 90 mil pessoas foram resgatadas até esta sexta-feira de manhã, mas o número poderia vir a aumentar.

Mais de mil bombeiros lutam ainda contra os incêndios que assolam a região e não se esperam chuvas até ao próximo domingo.

A edição de Edmonton da CBC, serviço público anglófono de rádio e televisão do Canadá, explicava esta quinta-feira à noite (hora local), que “as chuvas são a única esperança dos habitantes de Forte McMurray”, citando fontes locais, uma vez que todos os esforços levados a cabo até ao momento pelos bombeiros não foram suficientes

A Província de Alberta tem algumas das reservas petróleo mais importantes do Planeta, parte das quais se encontra agora agora ameaçada, numa situação descrita como inédita pelas autoridades locais.

O Governo provincial declarou esta quarta-feira o estado de emergência naquele que é considerado como o maior desastre natural da História do Canadá.

O alerta na quinta-feira extendido a três outras comunidades: Anzac, Gregoire Lake Estates e a uma reserva, a Fort McMurray First Nation.

“Não é só Fort McMurray, embora esta seja, sem dúvida, a maior e mais atacada comunidade. Pedimos a todos os cidadãos da província de Alberta que sejam extremamente cuidadosos e façam todos os possíveis por evitar acidentes com o fogo”, disse a chefe do governo de Alberta, Rachel Notley.

A reconstrução de Fort McMurray deverá custar seis mil milhões de euros.

As elevadas temperaturas que se fazem sentir em Alberta, pouco habituais para esta época do ano, colocam a província canadiana em condições de risco muito elevado de incêndio. (EURONEWS)

por António Oliveira e Silva | com THE ASSOCIATED PRESS, CBC, LUSA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA