Canadá: As chamas não dão tréguas

(EURONEWS)

Depois de uma semana a arder e com as temperaturas a rondar os 30°C, as chamas avançam incontroláveis na zona de Fort McMurray, na província canadiana de Alberta.

Os “media” locais afirmam que este pode ser o pior desastre natural do Canadá. As autoridades reforçam que a situação está ainda fora de controlo.

“Este continua a ser um grande e perigoso incêndio, fora de controlo… Mas não podemos conjeturar nada sobre isso. Ainda não está controlado e esta é, ainda, uma situação altamente perigosa”, afirmou o ministro canadiano da Segurança Pública, Ralph Goodale.

Segundo o governo provincial de Alberta, mais de 200.000 hectares de floresta foram consumidos pelas chamas.

Mais de duas mil habitações foram destruídas.

As temperaturas anormalmente altas e os ventos de 40 quilómetros hora, estão a empurrar as chamas para a província vizinha de Saskatchewan.

Mais de 500 bombeiros combatem o sinistro, na zona de Fort McMurray, apoiados por 15 helicópteros, 14 aviões de combate a incêndios e 88 viaturas pesadas.

As autoridades avisam que poderão ser necessários meses até se conseguir extinguir, por completo as chamas.

Segundo a Reuters, citando um analista de seguros, os estragos poderão atingir os 9 mil milhões de dólares canadianos, o equivalente a 6 mil milhões de euros. (EURONEWS)

por Miguel Roque Dias | com REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA