Cabo Verde não registou nenhum caso do vírus Zika nas últimas semanas

Aedes Aegyptis, o mosquito transmissor do vírus zika, que fez a primeira vítima contaminada nos Estados Unidos. (REUTERS/Daniel Becerril/Files)

O ministro da Saúde garantiu que nas últimas semanas o país não registou nenhum caso do vírus Zika, mas sublinhou que o país mantém-se ainda em estado de alerta.

O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, disse estar tranquilo e confiar na eficiência das autoridades de saúde, face ao surgimento da estirpe do vírus Zika que foi detectada no país.

Nas últimas semanas Cabo Verde não registou nenhum caso do vírus Zika; a garantia foi dada à imprensa pelo ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário.

Mesmo assim, o arquipélago mantém-se em estado de alerta; “os dados que nós temos mostram, de facto, que a epidemia Zika está na sua fase descendente. Nas últimas semanas não tivemos nenhum caso novo, mas de todo o modo estamos ainda atentos a acompanhar a evolução e sabendo que temos grávidas que tiveram essa doença, logo estamos a acompanhar essas grávidas”.

O ministro da saúde que falava aos jornalistas, na sexta-feira, à margem da formalização de uma doação de 237 mil euros em equipamentos hospitalares da União Europeia a Cabo Verde disse ainda que as autoridades levam a cabo algumas medidas para prevenir e eliminar o vírus Zika como: reforço das atenções primárias nos aeroportos e luta anti-vectorial como relata o nosso correspondente em Cabo Verde, Odair Santos. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA