Cabinda: Presidente da Ordem dos Enfermeiros apela inscrição dos filiados

(DR)

A presidente do Conselho Provincial da Ordem dos Enfermeiros em Cabinda, Tereza Waza Clemente, apelou os técnicos de saúde do ramo de enfermagem para se inscreverem na agremiação com vista a obtenção da carteira profissional legalizando o exercício das suas funções nas unidades sanitárias.

Em declarações à Angop nesta quinta-feira,Tereza Waza, sublinhou que, é importante todo o enfermeiro inscrever-se na Ordem por formas a que se sinta legal no cumprimento das suas actividades em qualquer unidade sanitária da província seja no sector público como no privado.

‘’Nós temos vindo apelar aos enfermeiros que ainda não se inscreveram para o fazerem até no próximo ano de 2017. Quem não obtiver a carteira profissional da ordem dos enfermeiros vamos considerá-lo que está a exercer a actividade ilegalmente”, disse.

Teresa Waza, que falava no âmbito das comemorações do dia internacional do enfermeiro assinalado quinta-feira (12 de Maio) em todo mundo, avançou ainda que em Cabinda a Ordem conta com um número controlado de 1.215 enfermeiros na rede hospitalar pública sem contar com o sector privado.

Indicou que estão já inscritos 1.450 na Ordem dos Enfermeiros e foram distribuídas 500 carteiras profissionais tanto no sector público como no privado.

Reconheceu haver um profissionalismo sério e responsável por parte dos enfermeiros no cumprimento e aplicação dos seus conhecimentos no tratamento de pacientes nas unidades sanitárias da província bem como na avaliação da ética e deontologia profissional.

Salientou haver algumas dificuldades, acrescentando que as mesmas são conjunturais e que a ordem tem envidado esforços na defesa dos interesses dos seus filiados. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA