Brasil: Maioria do senado vota pela destituição de Dilma Rousseff

(EURONEWSA)

O Senado do Brasil vai suspender a Presidente Dilma Rousseff para iniciar e levar a cabo o processo de destituição.

Rousseff, acusada de maquilhagens fiscais nas contas do país, vai ficar afastada do cargo durante seis meses, enquanto os senadores a julgam.

Durante esse período, vai ser o vice-presidente Michel Temer a assumir a governação, prevendo-se alterações no governo e nas instituições do Estado.

Não é a primeira vez que o Brasil assiste ao chamado “impeachment” presidencial, o que é inédito é o facto de o processo ser levado até ao fim. Dilma garante que não vai demitir-se antes da conclusão do processo.Em Dezembro de 1992, Fernando Collor de Mello demitiu-se quando o seu julgamento no Senado estava prestes a começar. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA