Bié: UNTA – CS defende reajuste salarial dos trabalhadores

Herculano Nguendagolo - Secretario provincial da UNTA-CS no Bié (Foto: JILMAR ENOQUE)

O secretário provincial da UNTA – Confederação Sindical (CS) do Bié, Herculano Nguendagolo, defendeu sábado, na cidade do Cuito, a necessidade do Governo efectuar reajuste do salário dos trabalhadores da função pública, tendo em conta a perda do poder de compra verificada no meio familiar.

O responsável fez esse apelo durante um acto provincial antecipado em alusão ao 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, tendo referido que os funcionários públicos enfrentam problemas de aquisição de bens e serviços, devido a subida dos preços dos produtos registada nos últimos tempos.

Para fazer face a essa situação, sugeriu, o Governo deve efectuar um reajuste salarial.

Apontou o atraso salarial como outro dos problemas vivido pelos trabalhadores da função pública, tendo por isso solicitado às autoridades no sentido de regularizarem essa situação, por estar a causar grandes constrangimentos aos funcionários.

Apelou ainda ao governo da província do Bié a promover mais concursos públicos de admissões de novos trabalhadores, com vista a impulsionar o desenvolvimento socioeconómico da região.

Exortou, por outro lado, aos trabalhadores a serem assíduos, pontuais e responsáveis no cumprimento das suas tarefas laborais, de forma a elevar a produtividade da empresa e ajudar no processo de desenvolvimento da província.

O Dia Internacional do Trabalhador foi instituído em 1889 por um Congresso Socialista, realizado em Paris, França.

A data foi escolhida em homenagem a uma greve geral que aconteceu no 1º de Maio de 1886, em Chicago, nos Estados Unidos da América (EUA), nesta data, milhares de trabalhadores saíram às ruas para protestarem contra as condições de trabalho, consideradas desumanas, a que estavam submetidos e exigirem a redução da jornada laboral de 13 para 8 horas diárias. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA