Afeganistão confirma morte de líder talibã

(EURONEWS)

Autoridades afegãs confirmam a morte do líder Talibã, Mulá Akhtar Mansoor no âmbito de um
ataque militar norte-americano com drones no Paquistão.

Em Comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros afegão informou que Mulá Akhtar Mansoor foi abatido e que esta era a principal figura que impedia os Talibã de se juntar ao processo de pacificação do país.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, disse domingo que Mansoor representava uma ameaça iminente e contínua para os norte-americanos instalados no Afeganistão, para civis afegãos, forças de segurança afegãs e membros de países da NATO.

“ Tivemos conversas com o Paquistão e o Afeganistão sobre este objectivo em relação ao Mullah Mansoor, e os líderes de ambos os países foram notificados do ataque aéreo. Mullah Mansour, como eu disse há pouco, tem estado ativamente envolvido no planeamento de ataques em Cabul , em todo o Afeganistão, apresentando uma ameaça para civis afegãos e as forças da coligação que lá se encontram”.

Os Talibãn tinham reivindicado vários atentados nos últimos meses, como a ação que vitimou 64 pessoas, junto à sede dos serviços secretos afegãos, em Abril, em Cabul.

O ataque norte-americano ocorre num momento em que, teoricamente, os Estados Unidos estariam militarmente descomprometidos no país sendo as operações reduzidas a aconselhamento e treino das forças afegãs. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA