Abertura dos mercados: Acordo sobre a Grécia impulsiona bolsas e alivia juros na Europa

(Bloomberg)

As bolsas europeias acompanham o optimismo que marcou a sessão norte-americana e asiática, impulsionadas pelo acordo alcançado no Eurogrupo para o desembolso da segunda tranche à Grécia. Os juros descem e o petróleo sobe mais de 1%.

Os mercados em números

PSI-20 sobe 0,71% para 4.909,23 pontos

Stoxx 600 ganha 0,62% para 346,24 pontos

Nikkei valorizou 1,57% para 16.757,35 pontos

Juros da dívida portuguesa a dez anos descem 1,6 pontos base para 3,015%

Euro sobe 0,06% para 1,1148 dólares

Petróleo em Londres valoriza 1,32% para 49,25 dólares o barril

Bolsas europeias sobem mais de 0,5%

As bolsas europeias estão a negociar em alta esta quarta-feira, 25 de Maio, prosseguindo o optimismo que marcou a sessão norte-americana e a negociação nos principais mercados asiáticos. A contribuir para o sentimento positivo na Europa está também o acordo alcançado no Eurogrupo para o desembolso da segunda tranche do resgate à Grécia no valor de 10,3 mil milhões de euros.

Por cá, o PSI-20 sobe 0,71% para 4.909,23 pontos, impulsionado sobretudo pelo BCP, que valoriza 2,3% para 3,11 cêntimos.

Acordo no Eurogrupo alivia juros na Europa

Os juros da dívida da maioria dos países europeus estão a aliviar no mercado secundário, com as descidas a serem lideradas pela Grécia. A ‘yield’ das obrigações gregas a dez anos desce 16,8 pontos base para 7,058%, o valor mais baixo desde Novembro do ano passado. Em Portugal, no mesmo prazo, a queda é de 1,6 pontos para 3,015%.

Euro próximo de mínimos de dois meses face ao dólar

A moeda única europeia está a negociar em alta ligeira face à divisa norte-americana, depois de duas sessões consecutivas de perdas.

O euro ganha 0,06% para 1,1148 dólares, mantendo-se, ainda assim, próximo de mínimos de dois meses, com a moeda dos Estados Unidos a ser suportada pela especulação de que a Reserva Federal norte-americana deverá subir novamente os juros já no próximo mês.

Queda das reservas coloca Brent próximo dos 50 dólares

O petróleo segue com sinal verde nos mercados internacionais, suportado pela expectativa de que as reservas de crude dos Estados Unidos terão diminuído em dois milhões de barris na semana passada. Os dados da Administração de Informação de Energia serão divulgados esta quarta-feira.

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, sobe 1,4% para 49,30 dólares, enquanto o Brent, transaccionado em Londres, valoriza 1,32% para 49,25 dólares.

Venda de casas nos EUA impulsiona preço do cobre

Os dados positivos sobre a venda de casas novas nos Estados Unidos, em Abril, impulsionaram o preço do cobre, que avançou 0,5% para 4.624 dólares por tonelada métrica.

A venda de casas novas nos Estados Unidos atingiu, no mês passado, o nível mais alto em oito anos, aumentando a especulação de que a economia norte-americana está sólida o suficiente para suportar uma nova subida dos juros.

Destaques do dia

Renegociação da dívida da Oi salva, para já, pequenos investidores. Na dívida de retalho da Oi estão, entre outros, pequenos investidores que participaram na emissão realizada pela antiga Portugal Telecom no Verão de 2012.

Injecção na CGD ameaça pôr a dívida de novo a subir. O Governo quer vender o Novo Banco e, assim, reembolsar o FMI. Mas o objectivo de Costa e Centeno é também recapitalizar a CGD. Uma ameaça às finanças públicas, já que a liquidez não é suficiente para fazer tudo sem aumentar a dívida do Estado.

REN no mercado para reembolsar retalho. Para uma emissão de 550 milhões de euros, a empresa obteve o dobro das propostas. A operação foi “um sucesso”, permitindo amortizar antecipadamente obrigações no mercado, mas também garantir já os fundos para pagar aos pequenos investidores em Setembro.

Tudo o que a Moody’s pensa sobre Portugal. Dos elogios aos alertas, a agência de notação financeira analisa a economia portuguesa ao pormenor. Faz vários alertas ao crescimento e destaca o travão que o ainda elevado endividamento representa. Aponta o dedo à incerteza política e diz que a banca é a principal vulnerabilidade de Portugal.

Empresas que não cumpram quotas de mulheres verão a cotação suspensa. Governo vai propor em concertação social que as empresas que a de Janeiro de 2018 não tenham 20% de administradores do género sub-representado tenham como sanção a “suspensão da cotação”.

Eurogrupo aprova atribuição de 10,3 mil milhões à Grécia. O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, e o ministro francês das Finanças, Michel Sapin, anunciaram pela 1:00 da manhã, hora de Lisboa, um acordo que permite validar a entrega de 10,3 mil milhões de euros à Grécia. Mas esta segunda tranche do terceiro programa de assistência será entregue de forma faseada.

Monsanto rejeita oferta de compra da Bayer. A empresa norte-americana Monsanto rejeitou esta terça-feira a oferta do grupo químico alemão Bayer para a adquirir por 62 mil milhões de dólares, mas afirmou-se disponível para negociações.

O que vai acontecer hoje

Banco de Portugal. Relatório de Estabilidade Financeira.

Ibersol. Acções passam a negociar sem direito ao dividendo de 0,10 euros. O pagamento é realizado dia 27 de Maio.

Sonaecom. Acções passam a negociar sem direito ao dividendo de 0,058 euros. O pagamento é realizado dia 27 de Maio.

Galp Energia. Acções passam a negociar sem direito ao dividendo de 0,20736 euros. O pagamento é realizado dia 27 de Maio.

Alemanha. Índice Ifo para o clima empresarial, relativo a Maio.

INE. Inquérito à avaliação Bancária na Habitação, relativo a Abril.

EUA. Índice de gestores de compras (PMI) compósito da Markit, relativo a Maio; Índice de gestores de compras (PMI) da Markit para os serviços, relativo a Maio. (Jornal de Negocios)

por Rita Faria

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA