A agência Moody’s baixa o rating do risco soberano de Angola

Armando Manuel, Ministro das Finanças de Angola. (JOOST DE RAEYMAEKER / LUSA)

No âmbito da sétima avaliação anual da notação de risco soberano de Angola, a agência de rating baixou a nota de Ba2 para B1.

A agência de rating Moody’s reviu em baixa a notação de risco soberano de Angola, atribuindo uma perspectiva negativa de Ba2 a B1.

A revisão do rating pela Moody’s foi feita no âmbito da sétima avaliação anual da notação de risco soberano após um processo de vigilância em que Angola esteve mantida desde o mês de janeiro de 2016.

Segundo um comunicado do ministério angolano das finanças, o risco criado para a posição fiscal externa e para o crescimento potencial do país, devido a queda estrutural e prolongado do preço de petróleo e que influênciam a matriz da dívida governamental, constituíram os principais factores indutores da reclassificação atribuída pela Moody’s.

Neste cenário, a agência de rating espera um crescimento económico de somente três por cento para Angola em 2016 e 2017, e aponta para um volume da dívida pública superior a 50% do Produto Interno Bruto (PIB).

Confere aqui a correspondência de Avelino Miguel em Luanda. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA