Turquia e Israel próximos de normalizar as relações

(AFP)

Turquia e Israel concordaram, após uma nova sessão de negociações na quinta-feira em Londres, em finalizar rapidamente um acordo para normalizar as relações, que estão em crise desde 2010, anunciou o ministério turco das Relações Exteriores.

“As equipes avançaram com o objectivo de finalizar o acordo (…) e concordaram que seria concluído durante a próxima reunião, que deve acontecer em breve”, afirma um comunicado ministerial.

Procurado pela AFP, o ministério israelita das Relações Exteriores não fez comentários.

As discussões em Londres foram conduzidas pelo subsecretário de Estado para as Relações Exteriores, Feridun Sinirlioglu, do lado turco e pelo enviado especial do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Joseph Ciechanover, e o presidente interino do Conselho de Segurança Nacional, general Jacob Nagel, do lado israelita, informou Ancara.

As relações entre Turquia e Israel estão congeladas desde 2010, quando um ataque das forças israelitas contra vários barcos que pretendiam romper o bloqueio a Gaza – fretados por uma ONG próxima ao actual presidente turco – acabou com 10 turcos mortos.

A Turquia apresentou três condições para a normalização: desculpas públicas pelo incidente de 2010, indemnizações financeiras pelas vítimas e o fim do bloqueio imposto a Gaza, território governado pelo movimento islamita palestino Hamas.

Após vários anos de crise, os vínculos entre os dois países melhoraram e Netanyahu já apresentou um pedido de desculpas oficial.

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan conversou por telefone com o colega israelita, Reuven Rivlin, após o atentado suicida de 19 de Março em Istambul que matou quatro turistas estrangeiros, incluindo três israelitas. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA