Senador da Rede: Viagem de parlamentar do PSDB aos EUA ‘é no mínimo estranha’

(AP Photo/ Andrew Harnik)

O site “The Intercept”, no qual pontifica o jornalista Glenn Greenwald (ex-correspondente do jornal inglês “The Guardian” no Brasil), destacou o que considerou uma ofensiva do Vice-Presidente Michel Temer a Washington, através de um senador da Rede.

De acordo com o site, Temer teria aproveitado a atual viagem aos Estados Unidos do Senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para pedir ao parlamentar que buscasse apoios políticos e empresariais naquele país, diante da possibilidade de Michel Temer assumir a Presidência da República caso Dilma Rousseff venha a ser condenada pelo Senado Federal no processo de impeachment aprovado pela Câmara dos Deputados na sessão extraordinária do domingo (17).

Além disso, segundo o site, Aloysio Nunes Ferreira estaria encarregado de uma missão especial junto aos políticos dos Estados Unidos: desmontar a tese da Presidenta Dilma Rousseff, do PT e de toda a sua base aliada, de que ela está sendo vítima de um “golpe parlamentar” através de um processo de impeachment em que é acusada de cometer crime contra a lei orçamentária mediante a prática das chamadas “pedaladas fiscais”.

De sua parte, o Senador Aloysio Nunes Ferreira desmentiu o noticiário em torno dos seus objetivos dos Estados Unidos, afirmando que a viagem já estava há muito tempo decidida e que foi mera coincidência ela ter ocorrido no mesmo período em que os deputados aprovaram o encaminhamento ao Senado do pedido de instauração de processo de impeachment.

Já o Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) manifestou certo ceticismo em relação à atitude do colega paulista. Em entrevista à Sputnik Brasil, Randolfe Rodrigues, líder do seu partido no Senado, afirmou:

“Embora eu não tenha elementos para avaliar esta viagem do Senador Aloysio Nunes Ferreira aos Estados Unidos, não posso deixar de considerá-la estranha, a partir do momento em que grandes órgãos da imprensa internacional como os jornais ‘The New York Times’, ‘Financial Times’, ‘The Washington Post’, ‘Le Monde’ destacaram a presença do parlamentar nos Estados Unidos e que o processo de afastamento da presidente da República não é um procedimento regular. É um processo extraordinário”.

Nas palavras do senador, a presidente da República está sendo afastada sem que fique esclarecido qual crime ela exatamente cometeu. Então, continua, “é no mínimo estranha esta viagem do Senador Aloysio Nunes Ferreira aos Estados Unidos, em meio a este processo de impeachment da Presidenta Dilma Rousseff. Por mais que o meu partido (Rede) faça oposição ao seu Governo, eu não posso deixar de reconhecer isso.” (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA