Realizado primeiro Conselho Municipal da Família em Viana

Participantes no encontro da família e promoção da mulher sobre (Arquivo) (Foto: Clemente dos Santos)

O Primeiro Conselho Municipal da Família foi realizado hoje, sexta-feira, em Viana, no quadro das políticas públicas de valorização das famílias e reforço das suas competências, um programa do Ministério da Família e Promoção da Mulher.

Na abertura do evento, realizado no Anfiteatro da Casa da Juventude, a Administradora Adjunta para a área Técnica, Helena Vaz de Almeida, fez uma abordagem das linhas estratégicas e orientadoras que norteiam a conselho municipal da família destacando os objectivos.

Promover a mobilização geral das famílias e dos seus membros com vista a sua participação activa nas questões de natureza comunitária com destaque ao saneamento básico e nos cuidados de saúde, também consta nos objectivos.

A Administradora adjunta solicitou que os participantes passem a ver a família como uma comunidade que tem a sua autonomia “Motor do Mundo” e da história, mencionando as duas fases da vida, da infância e velhice, como os mais vulneráveis, as quais se deve prestar maior atenção.

No evento foi apresentado o primeiro painel sobre “A família como agente de promoção de valores humanos, com os temas a “Família e a comunidade como depositário dos valores humanos e da convivência social, o Papel da família e da comunidade na promoção de uma cidadania activa e participativa, minha família minha inspiração, perspectiva de uma educação e promoção de modelos de referencia na sociedade”.

No segundo painel abordou-se sobre “ A família e o valor do trabalho” com os temas “Participação do cidadão nas questões de saneamento e no desenvolvimento das suas comunidades, o papel da família na diversificação da economia e trabalho como valor fundamental a ser incutido nas novas gerações”.

Depois de debatidos e discutidos em plenária o membros ao conselho recomendaram que a família enquanto grupo deve estar unida, traçar objectivos, defender causas e pautar na educação dos filhos em todas fases da vida, a fim de que aprendam já desde pequeno a conhecer, conviver, entender e respeitar ao próximo.

A família deve voltar a ocupar o lugar que lhe é de direito a obrigação de educar os filhos, criar cartilhas informativas e programas radiofónicos e televisivos para a divulgação da lei 25/11 lei contra a violência doméstica e no combate ao lixo.

Expandir esta actividade através de palestras e encontros nas comunidades para a consciencialização das famílias, são entre outras as recomendações do encontro.

Participaram no Conselho, Administradores Municipais Adjuntos de Viana, membros dos conselhos municipais de auscultação e Concertação Social, autoridades tradicionais, organizações da sociedade civil, religiosa, representações partidárias e convidados. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA