Quénia: Oposição quer dissolver Comissão Eleitoral (vídeo)

(EURONEWS)

A polícia de Nairobi, no Quénia, usou gás lacrimogéneo para dispersar apoiantes e líderes da oposição que protestaram, na segunda-feira, em frente ao edifício da Comissão Eleitoral do país.

A oposição rejeitou o resultado das eleições presidenciais em março de 2013 e questiona a neutralidade da Comissão Eleitoral

Bonny Khalwale, senador pelo partido da oposição, diz que a comissão está controlada pelo governo, que está podre e por isso deve ser dissolvida antes das eleições legislativas de 2017.

De acordo com as autoridades, vários manifestantes foram detidos e pelo menos dois polícias ficaram feridos nos confrontos, depois de terem sido atingidos por pedras.

O Quénia assistiu a uma vaga de violência pós eleitoral, nas presidenciais de 2007, que resultou em mais de mil mortos e mais de 600 mil deslocados. (EURONEWS)

por Miguel Roque Dias | com REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA