Procuradora-geral de Portugal considera boas relações com PGR

Joana Maques Vidal, Procuradora Geral de Portugal (Foto: Henri Celso)

A procuradora-geral da República de Portugal, Joana Marques Vidal, fez quinta-feira à noite, um balanço positivo da visita de cerca de uma semana que efectuou a Angola, tendo considerado “boas e de profunda cooperação” as relações entre as duas procuradorias.

“As relações entre as procuradorias-gerais de Angola e de Portugal são boas, de profunda cooperação e de colaboração no âmbito da cooperação judiciaria internacional”, afirmou.

Joana Marques Vidal falava à imprensa, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, momentos antes de deixar Luanda, depois de ter participado na cerimónia de abertura da Conferência Internacional, no âmbito da Semana da Legalidade, que decorreu sob o lema “PGR 37 anos a promover o acesso à justiça e aos direitos fundamentais”.

“É muito importante para nós ter este espaço de partilha de conhecimento, com a Procuradoria-Geral da República de Angola, aliás de relações institucionais de amizade e cooperação que temos mantido e vamos continuar a aprofundar”, frisou.

Durante a sua estada em Luanda, as procuradorias-gerais dos dois estados rubricaram um Memorando de Entendimento para a formação de quadros e troca de delegações entre ambas as instituições do Ministério Público.

O cronograma de actividades visou complementar o acordo de cooperação entre as duas procuradorias, rubricado em 2010, para especificar as distintas acções que devem ser levadas a cabo. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA