Polícia alemã investiga morte de portuguesa. Corpo encontrado desmembrado num rio

(Foto: Silvio Bürger, Polizei)

O corpo desmembrado de uma mulher portuguesa foi encontrado rio Elster, na cidade de Leipzig. Autoridades investigam um crime violento. Vítima de 43 anos tinha ido para a Alemanha há alguns anos.

O corpo de uma mulher de nacionalidade portuguesa de 43 anos foi encontrado desmembrado no rio Elster, na cidade alemã de Leipzig, no Leste da Alemanha, de acordo com o Jornal de Notícias e o Correio da Manhã.

As autoridades alemãs não têm dúvidas de que se trata de um crime que é descrito como de violência extrema. O corpo foi encontrado na passada quinta-feira debaixo da ponte Landauer, mas apenas foi retirado o tronco. As forças policiais só conseguiram localizar os membros nos dias seguintes. Ontem foi revelada a identidade da vítima, que o jornal alemão Bild identifica apenas como Maria D. depois de realizada a autópsia. Perto do corpo não foram encontrados documentos de identificação.

Um porta-voz da polícia local adianta que a causa de morte ainda está por determinar. A vítima vivia há alguns anos na Alemanha, mas sem uma residência fixa, o que levou as autoridades a a fazerem um apelo público com fotografia, a pedir mais informações.

O jornal alemão Bild avança que a vítima terá ido para a Alemanha com um companheiro português, de 43 anos, mas de quem se terá separado. O antigo companheiro terá visto a vitima pela última vez a 9 de abril. Citado pelo jornal alemão, o português, identificado como Toni M., descreve a mulher como uma pessoa alegre e sociável, apesar de revelar que não era comum ela ausentar-se por um dia ou mais. Maria D. não foi aliás dada como desaparecida. O ex-casal vivia em casa de um amigo. (OBSERVADOR)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA