O Papa Francisco faz uma visita simbólica a Lesbos

O Papa Francisco já tomou várias vezes posição a favor dos refugiados (REUTERS/Stefano Rellandini)

O Papa Francisco visita hoje Lesbos, uma ilha marcada pela presença de refugiados. Durante a visita relâmpago de um dia, Francisco vai nomeadamente visitar um campo onde se encontram mais de 3000 refugiados.

Tem-se notado um fluxo crescente de refugiados em Lesbos, depois da União Europeia ter assinado um acordo com a Turquia que procura travar a chegada de emigrantes. A maioria dos refugiados que se encontram na ilha grega estão a pedir asilo político. Caso este seja recusado, serão reencaminhados para a Turquia.

O Papa Francisco já tomou várias vezes posição a favor dos refugiados. Numa das primeiras viagens após ter sido eleito em 2013, Francisco viajou a Lampedusa onde, na altura, também se encontravam milhares de imigrantes.

O bispo auxiliar de Roma D. Matteo Zuppi considera que esta visita serve para mostrar que a Europa não deve cruzar os braços e que tem que fazer prova de humanismo. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA