Nuclear: Bélgica vai generalizar distribuição de pastilhas de iodo

(EURONEWS)

A Bélgica anunciou que vai distribuir pastilhas de iodo à totalidade da população, numa medida preventiva face a um eventual acidente nuclear. Segundo o governo, a decisão não está ligada aos recentes atentados em Bruxelas ou Paris, mas sim à revisão do atual “plano de urgência nuclear”, que data de 2003, com base nas lições tiradas da catástrofe de Fukushima, no Japão.

A ministra belga da saúde, Maggie de Block, explicou que, até agora, “só as pessoas que viviam num perímetro de 20 quilómetros” à volta das centrais é que recebiam os comprimidos, mas “agora a medida vai ser alargada até 100 quilómetros”, o que se traduz “na totalidade do país”.

A segurança das únicas duas centrais nucleares em território belga é alvo de polémica há vários anos. Na semana passada, a Alemanha e o Luxemburgo pediram a paragem provisória de dois reatores belgas, depois de serem detetadas microfissuras nos respetivos reservatórios. (EURONEWS)

por Rodrigo Barbosa | com AFP

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA