Ministro considera importante visita da OMS ao hospital Geral de Luanda

Margaret Chan-a(esquerda) directora Geral da OMS e o Luis Gomes Sambo durante actividade de campo Foto: Lino Guimarães)

O Ministro da Saúde, Luís Gomes Sambo, considerou hoje importante a visita da Directora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margareth Chan, ao Hospital Geral de Luanda, para constatar a actual situação epidemiológica do País.

O titular da pasta da Saúde, que falava à imprensa, referiu que a visita se inscreve no âmbito da cooperação do Governo de Angola com a OMS, particularmente numa altura em que se regista no País duas epidemias (febre amarela e o paludismo).

Informou que durante a visita à unidade sanitária, a visitante apercebeu-se da forma como o Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem trabalhado de forma articulada para atender os doentes que carecem de cuidados clínicos e laboratoriais.

“A presença da OMS é fundamental para partilharmos o que estamos a fazer e darmos a conhecer a situação epidemiológica do País e ouvirmos algumas recomendações”, disse.

Segundo o responsável pela saúde no País, desde o início das epidemias o Executivo já desenvolveu acções fundamentais em termos de vacinação, melhoria das condições do meio ambiente em cuidados dos pacientes.

“De uma forma geral o balanço é positivo, o número de óbitos está a diminuir, o atendimento está a melhorar e vamos continuar a trabalhar “,considerou.

Além da directora-geral da OMS, Margaret Chan, integraram igualmente a comitiva a Directora regional da OMS para África, Matshidiso Moeti, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Masseca, a Directora nacional da Saúde pública, Adelaide de Carvalho, entre outros responsáveis do sector da saúde. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA