Malanje: Ministro destaca esforços do PR na implementação do ensino superior no país

Adão do Nascimento, Ministro do Ensino Superior (Foto: Joaquina Bento)

O ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento, destacou na sexta-feira, nesta cidade, os esforços empreendidos pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na implementação do ensino superior no país e na província de Malanje, em particular, ao orientar as estruturas do Estado, no sentido de se trabalhar para a materialização desse desiderato.

O dirigente fez esse reconhecimento, quando presidia a cerimónia de outorga de diplomas aos 236 novos licenciados da Escola Superior Politécnica, do Instituto Superior Politécnico e da Faculdade de Medica, afectas a Universidade Lueji A’Nkone (ULAN).

Segundo disse, foi o Presidente da República, quem respondeu a preocupação de se criar as condições para trazer instituições do ensino superior em Malanje, com vista a formação de quadros para servir o país.

Precisou que o presidente José Eduardo dos Santos, tudo fez no sentido de se mobilizar quadros, infra-estruturas, recursos financeiros, buscar cooperação externa, com destaque para a Cuba, parcerias e outras condições para se implementar o ensino superior em Malanje, por isso urge reconhecer estes esforços.

Por outro lado, o ministro reconheceu que a província de Malanje sempre produziu quadros, formou técnicos de diversas áreas para o país, mas só a partir de 2015 começou a fornecer localmente técnicos superiores, o que demostra haver condições extraordinárias para doravante todos os anos lançar licenciados no mercado de trabalho.

“Daqui para frente, só vamos continuar a crescer, pois o ensino superior veio para ficar em Malanje, conjugado com os esforços das províncias da Lunda sul e Lunda norte, afectas a região académica número 4, onde o ensino superior está destinado a crescer”, frisou.

Para tal, Adão do Nascimento disse ser necessário a colaboração dos governos das três províncias que comportam a região académica número 4, para que se alcance resultados satisfatórios no domínio do ensino superior, com a entrega e abnegação dos gestores no cumprimento das exigências académicas.

No entanto, o ministro apelou também os professores nacionais e estrangeiros que leccionam nas unidades orgânicas das três províncias, no sentido de continuarem a proporcionar ambiente académico saudável para que as competências, no seio dos estudantes a todos os níveis e cursos, sejam adquiridas e desenvolvidas para fazer face aos anseios e aos desafios do futuro.

A cerimónia de outorga de diplomas aos 236 novos licenciados enquadra-se no âmbito da jornada Abril Jovem e do 14 de Abril, Dia Nacional da Juventude e foi presidida pelo ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento, ante a presença do ministro da juventude e desportos, Gonçalves Muandumba, do Reitor da Universidade Lueji A’Nkonde, Carlos Yoba, do secretário de Estado da Educação, Narciso Damásio Benedito, entre outras figuras.

Estiveram também presentes, distintos membros do governo local, magistrados judiciais e do ministério público, deputados à Assembleia Nacional, entidades eclesiásticas e religiosas e convidados. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA