Lucy Regenold recebe o Conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto

Lucy Regenold e o Vereador Célio Lupparelli (Foto: Sanny Soares)

A Miss e Atriz foi homenageada na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Foi na terça passada, 12/04, que a atriz e miss Lucy Regenold Fernandes foi homenageada na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Lucy, que também é Embaixatriz Mercosul, recebeu o Conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto das mãos do Vereador e Professor Célio Lupparelli em grandiosa cerimônia. Lucy Regenold foi indicada pelo assessor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Alberto Mirunga, para receber a homenagem. A cerimônia foi bela, dentro dos limites e o coquetel bem organizado.

A cerimônia, com lineup de produção a cargo da produtora cultural, assessora de imprensa e colunista, Ayala Rossana, iniciou-se as 18 horas com um vídeo exibindo os melhores momentos da vida e carreira de Lucy Regenold com fotos de amigos, famosos e família, desfiles e momentos em vídeo dela fazendo e dando entrevistas (já foi entrevistadora), dançando e dando o seu melhor, o carisma. Em seguida, a mesa de honra começou a ser composta pela Desembargadora Eunice Ferreira Caldas, pelos atores Fernando Reski e Gilberto Marmorosch e pelo assessor Alberto Mirunga.

Os depoimentos na mesa de honra foram emocionantes, Fernando Reski falou do brilho no sorriso de sua mãe quando Lucy foi visitá-lo dias antes do evento e ressaltou, altamente emocionado, que o sorriso da atriz e amiga fazia qualquer espetáculo ter vida. Gilberto Marmorosch disse que nunca havia estado ali sentado fazendo aquela homenagem, mas que jamais esqueceria porque a amiga de cena é especial e estar ali era mais que uma honra, o ator/humorista também causou risos na plateia quando contou, em tom de brincadeira, que chegou a pedir a mão da atriz em casamento e que ela não havia aceitado. A Desembargadora Eunice Ferreira Caldas já conhecia a atriz pelo coral (Lucy faz parte do Coral Mutua do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, coordenado pela Desembargadora Eunice Ferreira Caldas e regido pelo Maestro Welington Ferreira), porém só não conhecia o currículo dela. Lucy a convidou pessoalmente para a cerimônia de homenagem e ela ficou alegre por isso. Já o assessor Alberto Mirunga também elogiou muito a amiga e que Lucy era merecedora de grande homenagem na cidade do Rio de Janeiro. Cidade que Lucy Regenold escolheu para morar.

A palavra final foi do Vereador e Professor Célio Lupparelli que leu todo o currículo de Lucy Regenold e sua extensa lista de êxitos pela vida e homenagens. Num discurso todo emocionado, Lucy Regenold, após receber as medalhas e o certificado, sob a mira de todos os flashes do ambiente, agradeceu a todos os amigos, à família e às celebridades presentes. Nunca tinha vivido um grande momento, disse, ao lado de pessoas especiais e seus filhos.

Para a homenagem pelos convidados, produtores, cujos eventos a Miss participou no estado do Rio de Janeiro, prestaram belos depoimentos: Hela Castro, produtora do Clube das Celebridades de Copacabana, Eduardo Arauju, criador do Miss Plus Size e Miss Maturidade, e a promoter Nely Habib deram voz ao brilho da atriz no Estado do Rio de Janeiro em alguns de seus primeiros dias na moda, nos desfiles e concursos de Miss no Rio de Janeiro. A respeitada poetiza e escritora Nancy Cobo fez um resumo da vida da atriz em belas palavras e fez um belo acróstico. O cantor Cesar Guerreiro e o amigo Aroldo Barros, ambos radialistas, cantaram músicas preferidas da Lucy, levando o público seleto, incluindo celebridades e amigos de Lucy Regenold, a cantar também. O coral Mutua prestou linda homenagem à ilustre colega entoando os clássicos “Amigos Para Sempre” e “Samba de Avião”.

A festa continuou com um belíssimo coquetel recheado de várias apresentações no salão nobre da Câmara Municipal onde Lucy foi ovacionada e recebeu mimos e abraços dos amigos e celebridades. O poeta Gualdino Calixto recitou poema feito especialmente para a ocasião. Leda Lúcia fez todos rirem com sua apresentação de Stand Up Comedy. O ator e músico mirim Daniel Omena tocou flauta. Se apresentaram entoando clássicos nacionais e estrangeiros, a apresentadora e cantora Dil Mendonça, a cantora de Samba Selma Rios, a cantora e cover de Thalia, Helen Caxambu, Beth Guilher e Bira do Cavaco. Uma das grandes apresentações da noite foi o cantor Helcio Hime, com a participação da internacional Tatiana Monteiro, cantaram clássicos da Broadway, como “There’s No Business Like Show Business” e
e “Nel Blu Dipinto Di Blu” (Volare)” em homenagem ao Vereador e Professor Célio Lupparelli, sua música predileta, a pedido de Lucy.

Lucy Regenold

A Miss e atriz Lucy Regenold Fernandes nasceu em Corumbá, foi Miss Estudantil na juventude, formou-se em Assistência Social e, ao vir para o Rio de Janeiro, fez Artes Cênicas e obteve o DRT de atriz de número 45260 . Fez cursos de Especialização em Sociologia, Filosofia e Espanhol na Espanha e também fez curso de Planos de Negócios Empresariais. No Rio de Janeiro, fez Teatro, dança e Musical na CN Artes sob a direção de Cininha de Paula. Fez o “Cursos Segredos da Câmera e interpretação em TV e Vídeo” com a atriz Thais Campos. Fez também o Curso de Manequim Profissional da Melhor Idade com o professor Eduardo Arauju. No Cinema fez os filmes: Bicho Esquisito – dirigido pela global Thais de Campos; Filhos do Destino – dirigido por Hermano Dias; Diário de um Viciado – dirigido por Manuel Martins e Tony de Luc; Os Opostos, direção de Daniel Santos (Diretor de Fotografia da Rede Globo de Televisão). Teve participação em diversos filmes: Os Penetras; Sorte Grande; Mandrake; O Testamento, do diretor Tony De Luc; Foi Engano, Moço, do escritor Gerson Rodrigues, dirigido por Tony De Luc; O Herdeiro. O último foi “Um Sortudo Suburbano”, com Rodrigo Sant’anna, grande bilheteria pelo Brasil. No Teatro estreou no espetáculo “Brasil de Janeiro a Janeiro”, elenco principal, direção Rinaldo Genes, Roteiro Fernando Reski, Produção de Ayala Rossana. Esta peça foi sua estreia definitiva no Teatro Carioca com um bom papel e grandes colegas no elenco em 2015. Participou no fim de 2015 da Mostra coreográfica “Dançar É Viver Melhor”, pela Academia de Dança Marco Bezerra; Na TV, participou de várias novelas e minisséries, fez o Clipe de fim de ano “As Aparências Enganam” da Série Mister Brau, com Lázaro Ramos. Lucy Regenold participa do Coral Mútua da Associação do Tribunal de Justiça/ RJ sob a regência do Maestro Welington Ferreira. Antes de morar definifitivamente no Rio de Janeiro Lucy fez várias ações em sua cidade Natal, Cuiabá/MT, tais como, Presidente do Lar Espírita Monteiro Lobato, membro da rede feminina de Combate ao Câncer, foi Diretora da escola CEPEM (Escola de Ensino Profissionalizante), foi Vice Presidente da ABCMI Associação brasileira dos clubes da melhor idade, foi Conselheira Municipal e Estadual do Direito do Idoso. Alguns prêmios e reconhecimentos que Lucy Regenold recebeu ao longo dos anos foram: Madrinha do “Senhoras do Calendário”, por Eduardo Arauju; Cidadã honorária de Santo Antônio de Leverger/MT e também a Comenda Marechal Rondon pela mesma cidade, Miss Rio de Janeiro Maturidade, por Eduardo Arauju; Miss Clube das Celebridades de Copacabana, pela Produtora Cultural Hela Castro; Miss Mato Grosso, Outorgado pelo Clube Recordar É Viver; Princesa do OAB Ordem dos Advogados do Brasil, pela Promoter Joanna Fashion; Rainha do GLS de Mato Grosso; Titulo das Mais Belas Senhoras do Rio de Janeiro, pela Promoter Nely Habib; Miss Brasil da Maturidade, pela Associação Brasileira da Melhor Idade (ABCMI); Lucy é Madrinha Nacional do combate ao câncer de mama pela “ONG Instituto Um Toque 100 Preconceito de Orientação e Prevenção ao Câncer”; possui a Comenda Marechal Candido Rondon (Patrono das Telecomunicações do Brasil); ano passado ganhou o Prêmio Qualidade Brasil 2015, como atriz Mato-grossense, pelo Promoter Sávio Pereira e foi eleita Rainha Imperial de Petrópolis/RJ.

A Medalha de Mérito Pedro Ernesto

Ao longo dos 30 anos em que a Câmara Municipal do Rio de Janeiro funciona no Palácio Pedro Ernesto, foram criadas homenagens para que os vereadores, representantes da população carioca. A Medalha de Mérito Pedro Ernesto foi criada através da Resolução nº 40, em 20 de outubro de 1980. Ela é a principal homenagem que o Rio de Janeiro presta a quem mais se destaca na sociedade brasileira ou internacional. Recebeu esse nome em reconhecimento ao trabalho do prefeito Pedro Ernesto, e por isso sua figura é estampada nas duas Medalhas que fazem parte do Conjunto. Uma presa ao colar, e a outra para ser colocada na lapela do lado direito do homenageado. Ambas são presas em uma fita de cores azul, vermelha e branca que são as cores da bandeira da cidade. (Fonte: Site da Câmara Municipal do Rio de Janeiro).

(nota de imprensa enviada à redacção do Portal de Angola com pedido de publicação)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA