Líder do PRS aponta ganhos da paz

Presidente do PRS, Eduardo Kuangana (Foto: António Escrivão/Arq)

O presidente do PRS, Eduardo Kuangana, admitiu em Luanda que o país registou, nos últimos 14 anos, ganhos significativos na construção de infra-estruturas, mas recomendou um trabalho mais eficiente ao Executivo, para garantir a paz social e o bem-estar das comunidades do país.

Segundo o político, que falava a respeito do 4 de Abril (Dia da Paz e da Reconciliação Nacional), deve haver uma mudança de consciência de quem governa, no sentido de se pôr fim aos problemas sociais.

Informou que tem havido no país, mesmo em tempo de paz, dificuldades que já deviam estar ultrapassadas a nível dos hospitais públicos, sobretudo em Luanda.

Do seu ponto de vista, esses problemas sociais só poderão ser superados se todos os políticos souberem enterrar as mágoas do passado e buscar sinergias para construírem um país mais inclusivo.

“Esquece-se o passado ruim, para construirmos com paz e irmandade, amor entre nós. Só assim as grandes nações se constituíram”, recomendou o político.

Disse que Angola tem inúmeros recursos naturais que, se melhor geridos e explorados, poderão acelerar o processo de diversificação económica e melhor a qualidade de vidas das populações.

Considerou fundamental que se faça mais investimentos e se criem políticas mais inclusivas no domínio da saúde, educação, transporte e água potável, como se fez, durante
os 14 anos de paz, com a construção de infra-estruturas.

“A paz pressupõe estarmos todos tranquilos, sem se preocupar com o que vamos comer. Queremos ter paz política e paz social”, expressou.

Recomendou igualmente que o Executivo acelere e melhore o processo de combate à corrupção. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA