Japão acelera buscas de sobreviventes com apoio dos EUA

(EURONEWS)

Intensificam-se as buscas no sul do Japão para encontrar sobreviventes, após a crise sísmica que causou dois violentos terremotos no espaço de poucas horas.

O deslizamento de terras bloqueou estradas e algumas pontes ficaram destruídas, tornando difícil o acesso à zona leste de Kumamoto, uma cidade de 740.000 habitantes da ilha sudoeste, Kyushu.

Muitas pessoas estão ainda presas nos escombros das habitações, enquanto milhares de outras foram abrigar-se nos edifícios que resistiram ao abalo.

O chefe do governo nipónico informou que aceitou ajuda dos militares dos EUA assim como aviões para acelerar as buscas de sobreviventes.

O centro de acolhimento em Mashiki, uma das áreas mais atingidas, está completo.

“ Eu vim dormir para aqui, porque pensei que seria mais rápido para escapar em caso de réplicas”.

“Eu não posso nem imaginar quando podemos começar o processo de recuperação, a minha casa está uma confusão.Nem quero pensar sobre o que fazer a seguir”.

As réplicas sísmicas impedem as pessoas de regressar às suas casas, mesmo que estas não tenham sido fortemente danificadas.
O abalo de magnitude 7.3 ocorrido sábado é o mais forte de uma série de mais de 100 réplicas que atingiu a ilha de Kyushu, particularmente a cidade de Kumamoto, desde a noite de quinta-feira. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA