Isabel dos Santos chumba continuidade de Ulrich no BPI

(Foto: Miguel Baltazar)

Fernando Ulrich não pode ser reconduzido como presidente executivo do BPI. A empresária angolana rejeitou a proposta de alteração de estatutos que tinha a bênção do CaixaBank.

Isabel dos Santos chumbou uma possível recondução de Fernando Ulrich como presidente executivo do BPI. A alteração dos estatutos que abriria essa possibilidade foi chumbada na assembleia-geral desta quinta-feira, 28 de Abril, contando com a palavra decisiva da empresária angolana, soube o Negócios.

Os estatutos do BPI têm um artigo que impede que gestores com mais de 61 anos sejam eleitos para a comissão executiva. Fernando Ulrich tem 63 anos: “Não podem ser designados para a comissão executiva membros do conselho de administração que, a 31 de Dezembro do ano anterior à data da designação, tenham idade igual ou superior a 62 anos”.

Partindo de uma sugestão do presidente não executivo, Artur Santos Silva, a alteração deste artigo foi colocada à apreciação dos accionistas, já que a administração considera que a regra “se revela demasiado restritiva, no sentido de que impede a implementação de soluções de composição daquele órgão executivo que são do interesse do Banco BPI”.

Contudo, os accionistas rejeitaram. Como o Negócios já deu conta, esta proposta contava com o “sim” do principal accionista do banco, o CaixaBank. Logo, foi a segunda maior accionista, a Santoro, de Isabel dos Santos, que teve uma palavra determinante. (Jornal de Negocios)

por Alexandra Noronha, Celso Filipe, Diogo Cavaleiro, Maria João Gago

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA